pulandocorda

Os Benefícios de Pular Corda Para Saúde

Quem nunca pulou corda na infância ou não lembra daquelas cantigas utilizadas para embalar os saltos? Pois é, os pulos são recomendados para todas as idades, mas não indicado apenas para diversão, e sim para você obter uma melhor saúde e ainda conquistar uma boa forma.

A corda pode ser facilmente transportada e você não tem desculpa para deixá-la de lado. Sendo um exercício muito saudável e indicado, é interessante que saibamos quais são os benefícios de pular corda, pois é um meio barato e simples de se sentir mais próximo dos objetivos corporais. Pule com a família, sozinho, em casa ou nas ruas, mas não esqueça de adicionar a corda ao seu plano de exercícios.

1. Toda a família pode pular

Se você está buscando um exercício que possa ser realizado junto com toda a família, comemore a nova fase de vida saudável, pois pular corda é a melhor opção. Não há idade para se divertir pulando corda e os saltos podem ser realizados individualmente ou acompanhado, sendo esse um estímulo extra para aquelas pessoas que se sentem desmotivadas para realizar atividades físicas sozinhas. Os benefícios de pular corda podem ser desfrutados em família, por que não se divertir e manter uma vida saudável?

2. Pule em qualquer lugar

Não há mais motivo para desmotivação e receio de começar a se exercitar em uma academia. Esse é o argumento que muitas pessoas utilizam para adiar a pratica de exercícios físicos, mas agora você pode adquirir sua corda e praticar não só em sua casa, mas em qualquer lugar que você esteja.

Os benefícios de pular corda têm sido muito usufruídos por pessoas que viajam e não possuem uma rotina tão previsível. A facilidade de transportar a corda possibilita que os pulos sejam feitos em qualquer lugar, independente do destino pretendido, ou seja, onde quer que você esteja, você estará buscando a boa forma, seja na sua varanda ou quintal, na praia, no parque, ou até mesmo nas academias.

3. Equilíbrio

Não é uma tarefa fácil saltar por um longo período sem perder uma batida da corda, ou tropeçar em um dos pés. Vale lembrar que após iniciar os saltos repetidamente sobre os dois pés, você pode variar o ritmo, revezar saltos em um só pé e ainda executar diversos truques. Pulando corda você pode obter maior equilíbrio devido à estabilidade do tornozelo, o que evitará entorses e possíveis lesões que são comuns entre atletas.

4. Coordenação motora

Há quem salte, dance, cante e mova as mãos simultaneamente com os pés, mas pular corda não é tão simples quanto parece. Os diversos movimentos que podem ser realizados contribuem para que você exercite e melhore a sua capacidade de coordenação motora, assim mantendo corpo e mente aptos a desafios maiores. O girar das cordas exige atenção e monitoramento, dessa forma você poderá controlar velocidade, sentido e formas diferentes de pular corda, assim desafiando seu corpo e sua mente.

5. Elimina calorias

Um dos principais benefícios de pular corda é que os saltos podem ser utilizados como meio para você conseguir eliminar os quilinhos a mais. Em pesquisas realizadas nos Estados Unidos, algumas pessoas conseguiram eliminar em média 700 calorias por dia. O objetivo era perder 1 quilo por semana, mas obviamente que estas adotaram uma dieta regular, consumindo apenas as calorias necessárias para se manterem saudáveis e firmem em seus propósitos.

Não é obrigatório adotar a dieta, pois pular corda pode favorecer ao emagrecimento, porém, a combinação com uma boa alimentação pode deixar você mais próximo de seus objetivos. As pessoas que apenas pularam corda por 30 minutos por dia obtiveram queima calórica de 300 calorias por dia.

6. Controle sua evolução

Pular corda possibilita que você controle a sua evolução, isso mesmo, pois você não só pode registrar o tempo dedicado à prática, mas também pode contabilizar os saltos realizados por dia. O interessante desse benefício é que você pode sempre se desafiar a superar o número de saltos realizados anteriormente. Esse controle possibilita que você não se esqueça de sua dedicação e ainda administre as séries e repetições feitas.

7. Aptidão cardiovascular

Mais um dos benefícios de pular corda é que você pode otimizar sua aptidão cardiovascular. O seu sistema cardiovascular envolve o seu coração, artérias e veias, as quais se responsabilizam pelo transporte de oxigênio e sangue para o coração e todo o resto do corpo, portanto, melhorando essa capacidade, o seu corpo poderá se comportar melhor de uma forma geral.

Não só pulando corda, mas fazendo suas tradicionais atividades diárias, você poderá reconhecer que se manterá menos ofegante. Quando comparada a diversas outras atividades de tensão baixa ou moderada, pular corda foi reconhecida como a melhor maneira de melhorar o sistema cardiovascular.

8. Tônus muscular

Não pense que os benefícios de pular corda apenas se limitam à perda de peso. Os saltos podem melhorar o tônus muscular de suas pernas e toda a parte inferior do corpo. É comum você experimentar algumas dores nas pernas nos primeiros dias de pular corda, e isso ocorre porque todos os músculos estão se dedicando para realizar o trabalho necessário para executar o exercício por completo.

Em poucos dias você poderá notar que os seus músculos já se adaptarão aos pulos, e devido a esses “danos”, visando reparação, os músculos se tornam maiores, mais fortes se comparados ao período inicial.

9. Densidade óssea

Pode não ser um problema atual, mas por que não evitar consequências futuras à sua estrutura óssea? Pois é, pular corda pode contribuir para a saúde de seus ossos, assim melhorando a sua composição, estrutura e densidade. Pense e desfrute dos benefícios de pular corda no presente e no futuro.

10. Melhor reabilitação

Pular corda é muito recomendado por médicos para finalidades de recuperação de alguma lesão. O exercício físico pode ser inicialmente praticado como atividade de baixo impacto e auxiliará na motricidade corporal.

Para pessoas lesionadas, é importante saber que pular corda pode fortalecer os músculos contidos nas panturrilhas, quadríceps, isquiotibiais e até glúteos, assim como os ligamentos e tendões que buscam proteger joelhos, tornozelos e pés. O ideal para essa finalidade é iniciar pulando apenas poucos centímetros do chão, para que assim o retorno seja suave. A indicação de um médico ou educador físico é indispensável nesses casos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *